Diálogo no Escuro Rio já está em exibição, no MHN – Museu Histórico Nacional.

Para comprar seu ingresso, clique em INGRESSO RÁPIDO ou na figura:

Ingresso Rapido

O Ingresso Rápido só vende até 2 horas antes do início das sessões, ou seja, 8:00 de 3ª a 6ª e 12:00 nos sábados e domingos. Após esses horários, somente na bilheteria do MHN.


Para ver informações sobre Diálogo no Escuro SP, clique em www.dialogonoescuro.com.br ou na figura:

Dialogo_Logo - sml

- – – – -

Logo DID Rio
curtir

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/dialogonoescuro

Sobre a Exposição

“Caminhar com um amigo no escuro é melhor que caminhar sozinho na claridade.”

(Helen Keller)

A exposição

O conceito da exposição Diálogo no Escuro é mostrar como é o mundo sem o sentido da visão. Os visitantes são conduzidos por guias deficientes visuais através de salas totalmente escuras e especialmente construídas, em que cheiro, som, vento, temperatura e textura apresentam as características de ambientes cotidianos como parques, ruas, comércios e praias.

sobre a expo

Interação

Os visitantes aprendem a interagir sem a visão, usando seus outros sentidos. Através dessa inversão de papéis, as rotinas diárias tornam-se uma nova experiência. Pessoas que podem ver são levadas para fora do seu ambiente familiar. Os guias com deficiência visual proporcionam segurança e sentido de orientação aos visitantes.

Compreensão

Durante e após a visitação, o público tem a oportunidade de fazer perguntas que normalmente não tem a chance de fazer a uma pessoa com deficiência visual reduzindo as barreiras de ambos os lados e ajudando a compreensão mútua. Como uma “plataforma de comunicação”, a ênfase não é sobre deficiência visual, mas sim sobre a importância da compreensão, empatia e solidariedade.

O passeio em si dura pouco mais de uma hora, mas os efeitos podem durar uma vida.

Números

25 anos em exposição

140 cidades em 40 países

8 milhões de visitantes

7 mil deficientes visuais empregados

Histórico

A pedra fundamental para a empresa social Diálogo no Escuro foi lançada em 1986, quando o premiado filósofo Andreas Heinecke trabalhava como jornalista e escritor para uma empresa de radiofusão na Alemanha. Um dia, ele foi designado para organizar um treinamento para um jornalista de 28 anos que perdera a visão em um acidente de carro.

Inicialmente confrontado com o sentimento de pena, Andreas começou a perceber que sua compaixão era equivocada. Ele descobriu que ser deficiente visual é uma outra forma de vida, pois contém grande quantidade de recursos. Para sua surpresa, foi o colega deficiente visual que lhe mostrou como lidar com mudanças fundamentais na vida, obrigando-o a questionar o que torna uma vida verdadeiramente valiosa. Ele ficou fascinado com o mundo das pessoas que convivem com uma deficiência visual e ficou chocado com a discriminação contra elas. Isso inspirou o conceito de superar barreiras e promover o intercâmbio entre pessoas com deficiência visual e que possuem plena visão, que é a idéia básica de Diálogo no Escuro.

Desde então, ele se dedicou a encontrar novas formas de diminuir as lacunas em toda a divisão humana através de um encontro humano direto. Andreas tem um PhD em Filosofia e é professor de empreendedorismo Social na European Business School, na Alemanha. Ele foi premiado várias vezes pelo seu trabalho e é reconhecido mundialmente por suas realizações.

Objetivos

A exposição tem como objetivo mudar a mentalidade das pessoas sobre  deficiência e diversidade, além de aumentar a tolerância sobre o “outro”.

objetivo1
objetivo2
objetivo 3

Mostrar para a população comum que o impossível não existe: nós mesmos é que determinamos nossos limites.

Sensibilizar a população para as necessidades de pessoas com deficiência, para que estas possam ter uma vida plena.

Promover a coexistência e cooperação, eliminando a discriminação, para quaisquer que sejam as diferenças entre os seres humanos: físicas, políticas, raciais, sexuais, religiosas, etc.

Em 2014, um total de 581.759 pessoas viveram a experiência de Diálogo no Escuro.

Foram realizadas 24 exposições ao redor do mundo.

A exposição gerou emprego para 441 deficientes visuais.

Depoimentos

“Essa Exibição é mais importante para a compreensão mútua do que uma pessoa pode supor antes de vivenciá-la.”

“Obrigado pelo impacto. A exibição me mostrou muito sobre as dificuldades que existem se você não pode enxergar.”

“A Exibição é uma contribuição excelente quando o assunto é lidar com deficiências.”

“Essa foi uma experiência na qual todos podem aprender algo novo – 
Não se pode achar que já se sabe tudo!”

“Antes do projeto, eu me sentia uma sobrevivente. Com o projeto, eu me sinto uma criadora. Eu crio um mundo imaginário no escuro para os visitantes, ajudando eles a explorar seus sentidos e confiar em pessoas com habilidades diferenciadas.”

“Eu não posso mudar fatos, mas eu posso mudar atitudes.”

“Eu sinto que tenho uma missão agora, após trabalhar no Diálogo no Escuro. A minha atividade na vida é falar para muitas pessoas sobre a minha falta de visão.”

“Eu sei que sou deficiente visual: é a coisa mais importante da minha vida e sempre condiciona a minha vida. Mas eu decidi viver com minha deficiência, por que isso sou eu e eu sei que não é um problema.”

Frases de guias que passaram pela exibição no exterior

Um estudo mostrou que 100% dos visitantes que foram questionados cinco anos após terem visitado a exibição ainda se recordavam da experiência.

90% informaram que se sentiam sensibilizados em relação ao mundo dos deficientes visuais.

Patrocinadores e Apoiadores

Patrocínio Master

espaco

Patrocínio

logo_camil180x120
coqueiro_web_sml
Uniao-ppt

Parcerias Institucionais

Logo-Unibes-2013
logo_ibc120x160

Aromatização dos Ambientes

AF Logo_MIB_Brasil_Color_sml
Logofav 105_sml
4ag1 Logo Renata_CS-04_sml

Produção e Realização

cropped-calina-final-trans.png

Realização

logo_mhn120x120
MinC_Governo-Federal
logo_ibram249x100

Créditos

Equipe Brasil

Coordenação Geral do Projeto: Calina Projetos

Gerência de Projetos: Andréa Calina e Luiz Calina

Design Gráfico: NA1 Arquitetura e Design e Paulo Labriola

Montagem  e Projeto de Arquitetura: NA1 Arquitetura e Design

Montagem: Expocon

Produção de Montagem: Alessandro Gagliardi e Gabriela Penteado

Produção e Instalação de Som: Input Arte Sonora e Remi Stengel

Trilha Sonora: Ballet de Azul e Vento (Alexandre Guerra) e Desoriente (Duo de Dois)

Textos: Luiz Calina e Ricardo Lerman

Assessoria de Imprensa: InPress Porter Novelli

Recrutamento dos Guias: Fernanda Simidamore Fundação Dorina Nowill

Equipe Alemanha

Diretor Geral: Andreas Heinecke

Diretora Executiva: Laura Gorni

Diretora de Exposições e Produção: Annkatrin Meyer

Gerente de Projetos de Exposição e Workshops: Anja Schweder

Consultoria de Arquitetura e Design:  Stephanie Appenzeller

Guias Master: Jesús José Macías Quezada e Carla Gomes da Rocha

Visita e Contato

Local:

MUSEU HISTÓRICO NACIONAL

Praça Mal. Câmara S/Nº – Centro, Rio de Janeiro, RJ

Entre a Praça XV e o Aeroporto Santos Dumont

(Estacionamento gratuito no local)

HORÁRIOS e PREÇOS:

Terças a Sextas:  Das 10:00 às 17:30 horas (última entrada 16:30)

Preço: R$ 12 / R$ 6

Sábados e Domingos: Das 14:00 às 18:00 horas (última entrada 17:00)

Preço: R$ 20 / R$ 10

Fechado às Segundas-Feiras

 Meia entrada para estudantes e idosos.

Para comprar:

As vendas serão feitas através do site Ingresso Rápido.

Ingresso Rapido

Reservas de grupos (16 pessoas ou mais): Ligue para (21) 3299-0359, de 3ª a 6ª, das 15:00 às 16:30, ou mande email para grupos@dialogorio.com.br informando o número de visitantes, datas e horários de preferências, além da característica do grupo (escola, instituição, ong, amigos, etc).

- – – -

Para obter outras informações sobre Diálogo no Escuro Rio:

Preencha o form abaixo e entraremos em contato, envie email para contato@dialogorio.com.br ou mande mensagem através do Facebook.






Perguntas freqüentes

DÚVIDAS E PERGUNTAS  FREQUENTES SOBRE A EXPOSIÇÃO DIÁLOGO NO ESCURO

 

Não dar para ver nada realmente?

Exatamente. Nesta exposição, não há luz residual, a ausência de luz é total. Ela representa uma oportunidade de dar uma pausa aos seus olhos.

Quanto tempo demora uma visita guiada?

Uma visita guiada à exposição leva cerca de 50 minutos, dando a oportunidade de visitar as três áreas da experiência.

Eu ando sozinho na escuridão?

Não, cada grupo com no máximo 8 pessoas é acompanhado por um dos nossos guias cegos / deficientes visuais. O guia permanece por todo o tempo na liderança do grupo.

E se eu quiser ir com um grupo maior?

Dividiremos o grupo em vários grupos menores. As visitas guiadas começam a cada 15 minutos.

Por que não posso visitar a exposição com mais de 8 pessoas em um grupo?

Por razões de segurança e qualidade: um guia é responsável por no máximo 8 pessoas ​​no escuro.

Eu também posso visitar a exposição se eu vier com um grupo de menos de 8 pessoas?

Os visitantes poderão fazer reservas individuais. Em seguida, a visita será realizada com outros visitantes da exposição.

Quero saber como é lá dentro “realmente”. Posso ver o percurso com iluminacão?

Não, deixe sua imaginação correr solta. As salas de exposições vistas em claro-escuro iriam estragar a experiência. As pessoas cegas ou com deficiência visual também não têm a capacidade de ver tudo no claro.

Posso entrar com meus objetos no escuro?

Evite trazer objetos que emitem luz. Bolsas, casacos, óculos, telefones celulares, relógios que emitam algum tipo de luz e qualquer outro objeto que possa ser fonte de luz devem ser guardados nos armários disponíveis na entrada da exposição e a chave levada com você. Ao retornar, retire seus pertences e deixe a chave para o próximo visitante. Recomendamos ainda aos visitantes que usem um calçado confortável, evitando saltos altos.

Posso reservar uma visita guiada em uma língua estrangeira?

Se você quiser fazer uma visita em inglês, tentaremos tornar isso possível.

Por que eu preciso comprar o ingresso antes da visita?

Porque os visitantes, para visitarem a exposição, devem ser acompanhados por um guia cego. Nossa capacidade é limitada, portanto, a reserva antecipada é necessária.

O que acontece se eu chegar fora do horário marcado.

Por motivos de organização, pedimos aos nossos visitantes que cheguem ao local da exposição 15 minutos antes do início dos passeios. Infelizmente não podemos esperar por retardatários se o passeio já tiver iniciado. Tentaremos acomodá-lo em outro horário no mesmo dia, se possível, mas, se a lotação estiver esgotada, seu ingresso será perdido, sem direito a reembolso.

Posso comprar ingressos para presente?

Sim. A compra deve ser feita através do site INGRESSORAPIDO.COM.BR. No entanto, observe que os vales não podem ser trocados por dinheiro ou devolvidos.

Existe desconto sobre o preço de admissão?

Crianças, estudantes e idosos pagam meia entrada.

Existem preços especiais para grupos?

Não. Grupos pagam o valor normal das entradas (inteira ou meia), mas podem receber ingressos cortesia, dependendo do número de integrantes.

Para maiores informações sobre reservas de grupos (16 pessoas ou mais), ligue para (21) 3299-0359, de 3ª a 6ª, das 15:00 às 16:30, ou mande email para grupos@dialogorio.com.br informando o número de visitantes, datas e horários de preferências e a característica do grupo (escola, instituição, ong, amigos, etc).

Há sanitários no escuro?

Não. Na exposição não há nenhum banheiro. Recomendamos fazer uso destes antes da visita. Se você realmente precisar usar o banheiro durante o percurso, será levado para fora do espaço da exposição e não poderá retornar.

O que eu faço se eu não suportar a escuridão inesperadamente?

Nossos guias oferecerem aos visitantes segurança e confiança, e, especialmente, ajudam aqueles que estão ansiosos. Se você ainda assim quiser cancelar a visita à exposição, você pode sair do percurso a qualquer momento com segurança, sendo guiado à luz. O valor do ingresso não será reembolsado.

Existe um risco quando eu venho para a luz novamente?

Não. No final da exposição há inicialmente luz obscura, para que seus olhos possam ajustar-se à luz suavemente novamente. Deste modo, todos os riscos de saúde estão excluídos. Recomendamos aguardar alguns minutos no nosso espaço reservado para o descanso pós-visita, à meia luz e com uma suave música, antes de retornar à entrada.

Como a segurança dos visitantes é assegurada nos espaços expositivos escuros?

Nossas salas são construídas de acordo com as leis e regulamentos legais para segurança. Nossos guias ainda lhe darão informações e instruções adicionais.

A partir de que idade as crianças podem visitar a exposição?

Recomendamos que crianças a partir de 8 anos visitem a exposição, se acompanhadas do responsável. Caso contrário, a idade é de 12 anos. No caso de grupos familiares, permitimos crianças mais jovens. Como uma família, você decide se o seu filho já consegue experimentar 45 minutos em total escuridão. Lembre-se que no nosso hall de entrada você não poderá deixar seu filho sozinho.

Posso trazer um bebê para a exposição?

Isto não é recomendado.

Posso levar meu cão para a exposição?

Não, isso não é permitido por razões de bem-estar do animal.

Posso participar de excursões no escuro fora dos horários regulares?

Infelizmente não.

É possível visitar o Museu Histórico Nacional?

Sim. Ao comprar o ingresso para o Diálogo no Escuro, você pode conhecer o incrível acervo do MHN. Dependendo do seu horário, chegue um pouco antes ou planeje ficar algum tempo depois. Visite http://www.museuhistoriconacional.com.br/ e saiba mais.

Posso contribuir com o projeto da exposição?

Sim, com muita divulgação nas redes sociais, recomendando aos amigos e avaliando no Trip Advisor.

Se for o caso, sua empresa também pode ser uma patrocinadora do projeto. Entre em contato conosco.

Para mais informações entre no site www.dialogonoescurorio.com.br e na nossa página do Facebook https://www.facebook.com/dialogonoescuro

 

Visitantes com necessidades especiais:

Esforçamos-nos para ajudar todas as pessoas que visitam a nossa exposição. Por favor, indique qualquer necessidade especial no momento da reserva para que possamos agendar um guia adicional para você.

Cadeira de rodas: a cadeira será empurrada por um guia adicional através da exposição. Para as pessoas que usam uma cadeira de rodas elétrica, é necessário mudar para a nossa própria cadeira de rodas mecânica.

Mobilidade limitada: Para as pessoas que são dependentes de ajuda no passeio, pode ser necessário o uso de nossa própria cadeira de rodas. Um guia adicional vai cuidar de você.

Audição: Na sala sem luz, ouvir bem é de particular importância. Se você é afetado nesta área, por favor, informe ao nosso guia.

Surdez: Tentamos ajustar-nos às necessidades especiais dos nossos visitantes e já tivemos boas experiências com visitantes surdos. Tenha em mente que no escuro não é possível leitura labial e nem gestual.

Estou grávida, posso visitar a exposição?

Se você vier à visita com meses de gravidez avançados, por favor, mostre ao guia manualmente a sua gravidez. Lembre-se de evitar colisões com outros visitantes no escuro!

Porta

Logo_DSE

O conceito de Diálogo no Escuro® e suas marcas comerciais são propriedade da Dialogue Social Enterprise GmbH

http://www.dialogue-in-the-dark.com/

http://www.dialogue-se.com/